Qual a melhor cor e clareza num diamante ? A Jardins Joias explica, brevemente, para você!

Você sabia que, cor e clareza são dois componentes muito importantes quando se trata da classificação de um diamante? 

Qual é a melhor cor de um diamante?

As melhores cores de diamante baseiam-se nos padrões estabelecidos por laboratórios internacionais como o  GIA e AGS. 


O GIA - Gemological Institute of America e AGS - American Gem Society, são dois laboratórios independentes, americanos, que realizam vários testes para certificar um diamante. Seus relatórios são muito detalhados e fornecem uma visão completa do diamante (cor, claridade, peso, medidas, etc).


As cores afetam dramaticamente o valor do diamante. Por exemplo, dois diamantes com o mesmo peso, clareza e lapidação, podem ter preços diferentes devido à sua cor. A menor mudança de tom tem implicações enormes no custo. 


O GIA - Gemological Institute of America, possui uma classe de cores, padrão no mercado internacional, que vai de D a Z.


Quanto menos cor o diamante possui, mais valor ele terá. Quando eu digo “menos cor”, eu gostaria que você pensasse num diamante extremamente branco, como um cristal! Consegue imaginar? Esse é um diamante incolor. Agora imagine um diamante de cor mais acizentada, marrom, amarelada, champanhe. Esse terá menos valor que os primeiros citados acima.


Para classificar essa mudança de cor, esses laboratórios  seguem essa tabela:


D, E, F: Incolor  


G, H, I : Quase incolor 


K, L, M: amarelo fraco


N, O, P, Q, R: amarelo bem claro


S, T, U, V, W, X, Y, Z: amarelo claro


Vale lembrar que existem diamantes muito raros nas cores: azul, amarelo canário, verde, etc que são caríssimos tendo em vista a sua beleza ímpar e dificuldade de serem encontrados na natureza. 


E a pureza do diamante? 

Os diamantes têm pequenas impurezas internas chamadas de "inclusões". O número, tamanho, natureza, posição e cor da inclusão determinam a clareza da pedra.


A pureza do diamante é uma métrica qualitativa usada para classificar a aparência dos diamantes. Na prática, quanto menor a quantidade de  manchas (impureza externa), e inclusões (impureza interna), maior será a clareza/pureza desse diamante.


Existem diferentes tipos de inclusões, que são observadas sob uma lente de magnificação. Chamadas de cavidades, nós, cristais, clivagem, penas, nuvens e granulação interna, elas são fatores muito importantes na avaliação da pureza, bem como, todos os tipos de manchas; lascas, entalhes, arranhões, linhas polidas, quebras ou manchas escuras presentes no diamante.


Depois de localizadas as inclusões e manchas, se as mesmas existirem, os diamantes são classificados de acordo com o padrão do GIA e AGS. Por exemplo, o padrão GIA é:


FL : Diamantes FL são puros, você não encontra nenhuma inclusão ou mancha. (Flawless)

 

IF :Diamantes IF são internamente puros, sem inclusões  (Internally Flawless)

 

VVS1 VVS2 : Diamantes VVS (1 e 2) têm inclusões mínimas (Very, Very Slightly Included)

 

VS1 VS2 : Diamantes VS (1 e 2) têm inclusões muito pequenas (Very Slightly Included)

 

SI1 SI2 : Diamantes SI (1 e 2) têm pequenas inclusões (Slightly Included)

 

I1 I2 I3 : Diamantes I (1, 2 e 3) são imperfeitos (Imperfect)



Portanto…


Cor e clareza desempenham um papel significativo quando se trata do valor do diamante.


Quando for comprar um diamante, procure aqueles que possuam um certificado internacional GIA ou o certificado da marca (H. Stern, Cartier, Tiffany, etc). Na Jardins Joias você encontra anéis de diamante certificados pelo GIA e outras marcas.



Confira a nossa coleção de anéis de diamante seminovos agora! 


www.jardinsjoias.com.br




Comments